Terça-feira, 9 de Janeiro de 2007

CARTA DE UMA CRIANÇA QUE NÃO MASCEU

Ontem foi o meu aniversário... Eu iria completar um mês de vida.

Pensei que tu mamã , me fosses  dar uma festinha, como todas as mães.

Pensei que tu, mamã , fosses dar ao Papai o beijo que gostarias de dar em mim...

Porém , a festinha não foi alegre como eu esperava...

De facto, fostes à farmácia e compraste o meu presente.

 Pena que este presente tenha causado a minha morte e tu não choraste nem um pouco.

Porque? 

Porque logo no dia do meu aniversário?

Pensei que fosses ficar feliz com a minha chegada, mas não me deixaste caminhar nem a metade: cortaste o meu caminho.

Eu sabia, sim, que durante uns meses eu iria estragar a tua elegância, eu seria um peso para ti, porém, eu havia prometido a mim mesmo que ficaria bem apertadinho para não te prejudicar.

Eu deixaria para crescer depois que nascesse para o mundo.

Porque me tiraste a vida?

Eu sabia que no teu ventre a escuridão seria grande. Todavia, a luz que veria depois seria o bastante.

Eu iria conhecer o brilho do sol e das estrelas e, principalmente, conhecer-te.

E também teria que ficar muda durante nove meses, entretanto, iria te mostrar toda a minha felicidade por seres minha  mãe.

Eu iria conversar muito contigo quando estivesses triste, faria tudo para ver nos teus lábios um sorriso e quando estivesses alegre, faria tudo para que essa alegria durasse.

Sabes, eu planeei tanta coisa, mãe!

Queria crescer bastante e lutar com todas as minhas forças para que a guerra e o ódio acabassem e reinasse a paz no mundo.

Sim, eu queria tanta coisa, mas tu não sentiste isto...

TU ME ASSASSINASTE!

Queria crescer, plantar no chão da minha existência, muitas rosas que o perfume inebriassem os homens e os deixassem incapazes de fabricarem máquinas que matam outros homens.

Engraçado...

Eu pensei que os pais amassem os seus filhos a ponto de lhes dar a própria vida. Tu não me deixaste viver nem a vida que eu mal começara.

Este era o meu plano quando estava no teu ventre. Hoje não posso planear nada, pois faço parte do mundo daqueles que nunca sentirão o perfume das rosas e nem chorarão a dor da morte.

Espero que ao menos te tenhas arrependido, para que isto não aconteça com os meus irmãozinhos que estão para vir.

Adeus... mamã...

Eu te perdoo, apesar de tudo...

Mas Deus nunca te vai perdoar!

 

 

publicado por saozinhasimoes às 20:58
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De {=Kri$tin@=} a 14 de Janeiro de 2007 às 18:56
sem palavras... simplesmente lindo...
este texto faz-nos pensar, na pergunta que anda a circular por Portugal, ABORTO sim ou nao?
beijinhus... e nunca deixe de postar.... =)

Comentar post

.ORAÇÃO DA FAMÍLIA

.TRADUÇÃO

.posts recentes

. UNIDADE PERFEITA

. FELIZ ANO NOVO

. FELIZ NATAL

. PROVÉRBIOS

. SUGESTÕES DA MAMÃE

. ARTE DE ESCUTAR

. NETOS

. VOCABULÁRIO PARA NETOS

. LENDA CHINESA

. FELIZ PÁSCOA

.arquivos

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.VIDEO-ÁGUA VIVA

.Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

Contador Grátis